Qualidade de Vida no Trabalho e Cultura Organizacional: um Estudo no Ramo Hoteleiro de Florianópolis

Main Article Content

Narbal Silva Suzana da Rosa Tolfo

Resumen

El artículo trata de las relaciones entre calidad de vida en el trabajo y cultura
organizacional. Es el relato de un estudio de caso y el material analizado se refiere a la percepción de gerentes de un hotel de la ciudad de Florianópolis/SC/Brasil sobre la calidad de vida en el trabajo. Se aborda la intersubjetividad de los miembros organizacionales y como ellos se relacionan con el contexto establecido por la cultura de la organización. Las conclusiones muestran que existe calidad de vida en el trabajo, pero con algunas
deficiencias.

Article Details

Como citar
SILVA, Narbal; TOLFO, Suzana da Rosa. Qualidade de Vida no Trabalho e Cultura Organizacional: um Estudo no Ramo Hoteleiro de Florianópolis. Convergencia Revista de Ciencias Sociales, [S.l.], n. 20, sep. 1999. ISSN 2448-5799. Disponible en: <https://convergencia.uaemex.mx/article/view/1877>. Fecha de acceso: 06 abr. 2020
Sección
Artículos

Citas

Bernardes, Ciro (1984), Sociologia Aplicada a Administração, São Paulo: Atlas.

Bogdan, R. Biklen S. K. (1982), Qualitative Research for Education, Boston: Allyn and Ba con, Inc.

Bowditch, J.L. Buono A.F. (1992), Elementos do Comportamento Organizacional, São Paulo: Pioneira.

Castelli, Geraldo (1982), O hotel como empresa, 2 ed. Porto Alegre: Sulina.

———–– (1994), Excelência em hotelaria: uma abordagem prática, Rio de Janeiro: Qualitymark.

Champion, Dean (1979), A sociologia das organizações, São Paulo: Saraiva.

Chiavenato, Idalberto (1985), Recursos humanos, São Paulo: At las, Ed. compacta.

Col lins, James C. & PORRAS, Jerry I. (1995), Feitas para durar: práticas bem sucedidas de empresas visionárias, São Paulo: Rocco.

Fernandes, Eda Conte (1996), Qualidade de vida no trabalho: como medir para melhorar, Salvador, BA, Casa da Qualidade.

———–– (1995), Auditoria operacional de Recursos Humanos para o monitoramento da qualidade de vida no trabalho, Anais do XIX Encontro da ANPAD, João Pessoa, PB, vol. 1, núm. 9.

———–– (1989), Qualidade de vida no trabalho - QVT: a renovação das empresas para os anos 90. Tendências do Trabalho.

Becker, João L. (1988), Qualidade de vida no trabalho: a realidade dos CPD’s, Anais do XII Encontro da ANPAD. Na tal/RN, vol. 3.

Gutiérrez, Luiz H. (1988), Qualidade de Vida no Trabalho (QVT) - uma experiência brasileira, RAUSP, en Revista de Administração, vol. 23, núm.4.

Da vis, Keith (1981), Human behavior at work organizational behavior, New York : McGraw Hill.

Davis, Keith e Newstron, John (1992), Comportamento humano no trabalho: uma abordagem comportamental, São Paulo: Pioneira.

Davis, Keith Werther, William (1983), Administração de pessoal e recursos humanos, São Paulo: McGraw Hill do Brasil.

Dejours, Cristopher (1992), A loucura do trabalho: estudo da psicopatologia do trabalho,5 ed. , São Paulo: Cortez/Oboré.

Deslandes, S.F. (1994), Pesquisa Social: teoria, método e criatividade, Petrópolis, RJ, Vozes.

Fernandes, Eda Conte (1996), Qualidade de vida no trabalho: como medir para melhorar, Salvador, BA, Casa da Qualidade.

Fleu ry, M.T.L. (1989), Cultura Organizacional - os modismos, as pesquisas, as intervenções: uma discussão metodológica, en Revista de Administração, São Paulo, jan/mar.

––——— (1990), Cultura e Poder nas Organizações, São Paulo: At las.

––——— (1992), Cultura e Poder nas Organizações, São Paulo: At las.

Fleury, Afonso e Fleury, Maria Tereza Leme (1995), Aprendizagem e Inovação Organizacional: As experiências de Japão, Coréia e Brasil, São Paulo: Atlas.

Freitas, Maria Ester (1991), Cultura organizacional: grandes temas em debate, en Revista de Administração de Empresas, São Paulo, jul/set.

Gil, A.C. (1989), Como elaborar projetos de pesquisa, 2. ed. São Paulo: At las.

Guest, R. (1979), Quality of work life - learning from Tarrytown, Harvard Business Review, july/au gust.

Hall, Richard (1984), Organizações: estrutura e processos, 3. ed. Rio de Janeiro: Prentice-Hall do Brasil.

Hack man, J. Richard (1976), Enriquecimento de função: apenas outra moda, en Revista Exame, 26/maio.

Hammer, M. & CHAMPY J.(1994), Reengenharia: revolucionando a empresa, 26 ed. Rio de Janeiro: Campus.

Heilpern, Jefrey D., NADLER, David A. (1994), Implementação da Administração da Qualidade To tal: Um processo de mudança cultural. In: Nadler & associados, Arquitetura Organizacional: A chave para a mudança empresarial. Rio de Janeiro: Campus.

Macedo, Douglas (1992), Qualidade de vida no trabalho: um estudo comparativo em dois setores de uma mesma organização. Reunião da ANPAD,16. Anais Canela/RS, ANPAD, vol. 8.

Mc Gregor, Douglas (1960), The Human Side of Interprise., Nova York: McGraw-Hill.

Minayo, Maria Cecília (Org.) (1994), Pesquisa qualitativa em Ciências Sociais, São Paulo: Cortez.

Moraes, Lúcio Flávio R. et al. (1992), As dimensões básicas do trabalho, qualidade de vida e stress: uma pesquisa com chefias em empresas mineiras, Reunião da ANPAD, 16. Anais Canela/RS, ANPAD, vol. 8.

Moraes, Lúcio Flávio R., Kilimnik, Zélia M. (1989), A evolução do papel do administrador, a utilização do computador e reflexos em sua qualidade de vida, Reunião da ANPAD, 13. Anais Belo Horizonte, ANPAD, vol. 1.

Moraes, Lúcio F.R., Kilimnik, Zélia M., Ramos, Wilsa M (1994), O atual estado da arte da qualidade de vida no trabalho no Brasil. Anais do XVIII Encontro da ANPAD, Curitiba, PR, vol. 3.

Moran, E.T. Volkwein J.F. (1992), The cultural approach to the formation of organizational climate, Human Relations.

Morgan, Gareth (1996), Imagens da Organização, São Paulo: Atlas.

Motta, Fernando C. Prestes, Caldas, Miguel (Org.)(1997), Cultura organizacional e cultura brasileira, São Paulo: Atlas.

Nadler, D. A. Lawler E.E. (1983), Qual ity of work life: perspectives and directions, Organizational dynamics, vol. 11, Winter.

Nadler, David & associados (1994), Arquitetura Organizacional: A chave para a mudança empresarial, Rio de Janeiro: Campus.

Naisbit, John, Abuderne, Patricia (1990), Megatrends 2000: Dez no vas tendências de transformação da sociedade nos anos 90. São Paulo: Amana Key.

Paiva, Maria das Graças de M. V. (1995), Sociologia do turismo, Campinas, SP, Papirus, Cap. 7.

Quirino, Tarcizio, Xavier, Odiva S. (1987), Qualidade de vida no trabalho de organizações de pesquisa, en Revista de Administração de Empresa, vol. 22, núm. 1.

Richarson, R. J. (1985), Pesquisa social: métodos e técnicas, São Paulo: Atlas.

Rodrigues, Marcus Vinicius Carvalho (1989), Uma investigação na qualidade de vida no trabalho de nível gerencial, Reunião da ANPAD, 13. Anais Belo Horizonte, ANPAD, vol. 1.

––——— (1994), Qualidade de vida no trabalho: evolução e análise no nível gerencial, 2. ed. Petrópolis, RJ : Vozes.

Schein, Ed gar (1987), Organizational culture and leadership, San Francisco: Jossey-Bass.

––——— (1984), A new conception to organizational culture, San Francisco: Sloan Managent Review, vol. 25, núm. 2.

––——— (1984), Psicologia Organizacional, Rio de Janeiro: Prentice Hall do Brasil.

––——— (1993), How can organizations learn faster?. The challeng entering the green room. Sloan Manage ment Review, Winter.

––——— (1997), Liderança e Cultura Organizacional In: Hesselbein, Frances, Gold smith, Marshal, Beckhard, Richard, O líder do Futuro. São Paulo: Futura.

Sashkin, Marshall, Kiser, Kenneth J. (1994), Gestão da qualidade total na prática: o que é TQM, como usá-la e como sustentá-la a longo prazo, Rio de Janeiro: Campus.

Semler, Ricardo (1988), Virando a própria mesa, São Paulo: Best Seler.

Silva, Narbal, Tolfo, Suzana da Rosa, Cultura Organizacional e Qualidade de Vida no Trabalho: um estudo no ramo hoteleiro de Florianópolis. Set. 95. (projeto de Pesquisa. Departamento de Psicologia/UFSC).

Siqueira, Mirtene M. M., Coleta, José Augusto D. (1989), Metodologia para investigação da qualidade de vida no trabalho, Arquivo Brasileiros de Psicologia, vol. 41, núm. 3, Rio de Janeiro.

Smircich, L. (1983), Conceitos de cultura e análise organizacional, Administrative Science Quartely.

Souza, Edela Lanzer Pereira (1981), Considerações em torno de D.O e Cultura Organizacional, en Revista de Administração. vol. 16, núm. 3 jul/set.

Tanhauser, Claudia L. (1993), Qualidade de vida no trabalho: contribuições no papel do psicólogo organizacional en Reunião da ANPAD,17 Anais Salvador, ANPAD, vol. 10.

Tavares, Maria das Graças de Pinho (1991), Cultura Organizacional: Uma abordagem Antropológica da Mudança, Rio de Janeiro: Qualitymark.

Tofler, Alvin (1980), A terceira onda. Rio de Janeiro: Record.

––——— (1990), Powershift: As mudanças do poder, Rio de Janeiro: Record.

To ledo, Flávio de (1989), Administração de pessoal: desenvolvimento de recursos humanos, São Paulo: Atlas.

Tolfo, Suzana da Rosa (1992), As diferentes concepções da natureza humana subjacentes à administração de recursos humanos, en Revista Psicologia Argumento, Curitiba vol. 10, núm. 11, 73-86 pp.

––——— (1991), Motivação para o trabalho: o caso dos servidores técnico-administrativos da UFSC. Dissertação de Mestrado, Florianópolis: UFSC. Curso de Pós-Graduação em Administração.

––——— (1996), Qualidade de Vida no Trabalho e Cultura Organizacional: um estudo no ramo hoteleiro de Florianópolis, Dez. (Relatório de Pesquisa. Departamento de Psicologia/UFSC).

Torquato, Gaudêncio (1991), Cultura, Poder, Comunicação e Imagem: Fundamentos da nova empresa, Rio de Janeiro: Campus.

Vieira, Adriane (1996), A qualidade de vida no trabalho e o controle da qualidade to tal, Florianópolis: Insular.

Walton, R.E. (1973), Quality of working life: what is it? Sloan Management, vol. 15, núm. 1, 11-21 pp.

Walton, R. E. (1974), Improving the Quality of Work Life, Harvard Business Review, 52 (3), May-Jun.

Werther, William B, Davis S, Keith (1983), Administração de pessoal e recursos humanos, São Paulo: McGraw-Hill do Brasil.

Wood, Jr. Thomaz (1992), Fordismo, toyotismo e volvismo: os caminhos da indústria em busca do tempo perdido, en Revista de Administração de Empresas. São Paulo, vol. 32, núm. 4, 6-18 pp.